6 de fevereiro de 2018 / by Luciano / Ideias de Aplicativos (quase todas ruins) / No Comments

Ideia de Aplicativo: Detecção de Desaceleração Repentina para Envio de Alertas Automáticos para os Contatos em Caso de Acidente

Qual a ideia?
Um aplicativo que identifica quando o usuário sofreu uma colisão de carro ou moto e envia automaticamente uma mensagem de alerta para os familiares do usuário informando a localização exata do acidente.

Qual problema resolve?
Diariamente motoristas e principalmente motociclistas sofrem graves acidentes de trânsito e ficam impossibilitados de pedir ajuda em razão dos ferimentos ou trauma após o impacto, dependendo exclusivamente do auxílio de transeuntes próximos ao local do ocorrido.

Alguns carros de luxo já possuem sistemas similares e são monitorados através de sensores dentro do veículo pelos próprios fabricantes que alertam as autoridades em caso de acidente.

Como funciona?
O usuário informa quais os contatos que devem receber a mensagem de alerta em caso de acidente e o aplicativo utiliza o acelerômetro (sensor capaz de medir a velocidade de deslocamento do telefone em relação ao solo) nativo do aparelho para identificar desacelerações bruscas que podem indicar que ocorreu uma colisão grave.

Exemplo:
O usuário está dirigindo uma moto à 80km/h e em fração de segundos a velocidade é reduzida para 5km/h. O celular é capaz de reconhecer esse padrão e notifica as pessoas que o usuário cadastrou sobre o acidente e o local onde ocorreu.

Como evitar “alarmes falsos”?
O aplicativo pode ser configurado para aguardar alguns segundos antes de enviar a mensagem de alerta de acidente. Assim, em caso de alarme falso, o próprio usuário pode interromper a contagem e evitar o envio.

Qual o modelo de negócios, ou seja, como ganhar dinheiro com isso?
Não sei, mas pelo menos pode salvar algumas vidas.

Atualização:

Pesquisando no Google, encontrei um aplicativo que faz exatamente isso, que foi lançado em 2015, confirmando o adágio milenar: “There’s an app for that!”.

No site do aplicativo eles informam que o algoritmo utilizado para detecção de colisões veiculares foi criado com base nos dados do órgão governamental norte-americano de Segurança nas estradas, o National Highway Traffic Safety Administration, e que dessa forma podem distinguir situações como uma freada forte de uma colisão, evitando alarmes falsos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *